Em livro, Koff confirma auxílio para o Grêmio sair da Série B em 1992

fabio-koffNo livro Fábio André Koff, Memórias e Confidências — o que faltou esclarecer, depoimento do ex-presidente do Grêmio nos períodos de 1982-1983, 1993-1997 e 2013-2014, concedido a Paulo Flávio Ledur e Paulo Silvestre Ledur (Ed. Age, 2a. edição), há um trecho que põe por terra um dos mitos gremistas, o da volta “honesta” para a primeira divisão em 1992. O livro conta os bastidores das principais conquistas de Koff no clube e outros detalhes deliciosos. Sabiam, por exemplo, que Koff foi técnico de futebol?

O livro completo encontra-se neste link. Mas o que nos interessa é esclarecer um ponto que os gremistas adoram negar: que houve uma enorme colher de chá para que o clube voltasse à primeira divisão em 1992. Houve. E com a participação do ínclito Eurico Miranda. Vejam abaixo a palavra do ex-presidente do Grêmio:

livro-koff

34 comments / Add your comment below

  1. Muito se fala da virada de mesa em 1992 que beneficiou o Grêmio que acabou em nono lugar…PORÉM, algumas coisas precisam ficar claras. O Grêmio não recorreu a instância alguma para a mudança de regras, elas foram mudadas ANTES do início da competição. Era para ser disputado entre 24 equipes, mas acabou em 32. Na primeira fase, disputada em grupos, o Grêmio se classificou entre os 12 que subiriam a série A. A segunda fase era para ser um mata-mata…o Grêmio iria jogar contra o Remo de Belém do Pará, mas visando redução de custos, esta fase acabou sendo disputada em 3 grupos. Passariam para a próxima fase os dois primeiros totalizando seis clubes que continuariam disputando em nova fase. Nesta altura do campeonato, já classificado, o Grêmio não deu mais importância para a competição, pois já tinha a vaga para a série A garantida…..deixando bem claro, o Grêmio não tinha o menor interesse em continuar na competição. O Fortaleza, que não tinha se classificado entre os dois primeiros do seu grupo, conseguiu no STJD a sua continuidade na competição porque tinha tido excelente desempenho nas outras fases…para não ficar um número ímpar para a próxima fase, o Grêmio, que era o próximo não classificado com melhor campanha, foi convidado para a próxima chave compondo no total 8 clubes, porém o Grêmio não aceitou continuar na competição e parou por aí……por isso ficou em 9 lugar, simplesmente porque a partir da segunda fase não tinha mais o mínimo interesse em continuar, largando praticamente a disputa que não lhe interessava. Espero que o resgate histórico tenha ficado claro.

    1. Ainda bem que existe o REGISTRO HISTÓRICO do Ex-Presidente Koff. É a diferença que existe a quem “sabe de verdade” o que aconteceu. Só não vê ou, enxerga diferente, quem não quer admitir o ÓBVIO. O resto é mimimimimimi

  2. Exatamente, Glenio. Em 25/01/92 saiu na capa do esporte do Correio do Povo o resumo da fórmula do campeonato. Mas alguns desonestos intelectuais, que não se dão ao trabalho de pesquisar repetindo mentiras deslavadas, ainda dão eco à falácias.

    1. Jornais não conhecem bastidores, Fábio Koff, com certeza não só os conhece, como participou ativamente deles, as diversas alterações no campeonato só reforçam o que Ele falou.

      1. Jornais não voltam no tempo, também. Se a fórmula saiu antes, como de fato saiu, é impossível que tenha mudado “nos bastidores” com o torneio em andamento.

        1. Tanto falam na subida do Grêmio em 1992, mas não vejo ninguém comentar o não rebaixamento do Internacional na operação Paysandu de Belém do Para para evitar o rebaixamento.

  3. Kkkkkk tá comprovado que o regulamento foi modificado para beneficiar o grêmio que ficou atrás do Remo, do Paraná clube, Fortaleza, Santa Cruz, união são João….vejam senhores ficar atrás dos campeões do mundo kkkkkk quanta dignidade e quanta honra em ficar atrás destes campeão de tudo kkkkkk kkkkkk

  4. Mais vergonhoso foi voltar pra série A em 1993 e ficar no grupo dos que não poderiam ser rebaixados.. Foi tão fiasco que em 1993 cancelaram a série B.. Que bandalheira!

  5. Quando nesta encarnação Eurico Miranda ocupou cargo na CBF?
    Pesquisem e verão que isto nunca existiu, o velho gremista já está caduco ou alteraram alguma coisa no depoimento dele.
    Deixem o Vascão e seus diretores de fora desta discussão.

  6. Das duas hipóteses, apenas uma pode ter ocorrido:

    – O velho Koff foi traído pela memória (pois o regulamento foi alterado ANTES do início do campeonato – como PROVAM os jornais da época – inclusive o Correio do Povo);

    – Ou os autores do livro entenderam tudo errado (não acredito em má-fé porque os registros de jornais da época comprovam que a história do livro está ERRADA).

    Houve uma alteração no decorrer do campeonato, relativa à segunda fase. Mas não houve alteração com relação ao acesso dos 12 clubes, previstos desde o início.

    Um link com a imagem do Correio do Povo, de 25/01/1992:

    http://almanaqueesportivo.final.com.br/2010/04/11/esclareca-a-duvida-virada-de-mesa-de-1992-sim-ou-nao/

    Como podem ver, subiriam 12 desde o início, sem virada de mesa.

    Podem reclamar dizendo que o Grêmio foi favorecido (ninguém nega). E o velho presidente Koff deve ter brigado politicamente para o aumento de vagas, talvez daí a confusão dele ou dos autores.

    Mas que foi antes de o campeonato começar, isso foi!

    Em nome do profissionalismo jornalístico, e em nome da História dos fatos, deverias explicar, utilizando as fontes da época, o que realmente aconteceu. As memórias – mesmo as do Koff – são traídas pelo tempo.

    Atenciosamente,

    Fábio Augusto.

  7. É NOTÓRIO QUE SEMPRE HAVERÁ INFORMAÇÕES CONTRÁRIAS E FALSAS. COMO ESTA AI EM CIMA PORQUE NEM PARA CORRIGIR : FICOU EM 9º E NÃO EM DÉCIMO KKKKKKKKK É CONTAGIOSO ENTRE CHOLORADOS SEMPRE ALTERANDO DOCUMENTOS PRA PREJUDICAR KKKKKKKKKKKKKKK…..E SE FOSSE O CASO OUTRO FATO É QUE FOI A CBF QUE FEZ AS ALATERAÇÕES E QUE MAIS CLUBES ESTAVAM NESSA REUNIÃO. INTER FALSÁRIO SEM MORAL !

  8. E A REUNIÃO QUE ELE FALA FOI ANTES DO CAMP. COMEÇAR. A CBF ESTAVA ORGANIZANDO A RECÉM O CAMP. BRASIL. “B” 92 . NO ANO SEGUINTE EM 1993 PRA VOCES SABEREM NÃO HOUVE REBAIXAMENTO ALGUM. E Fluminense, Bahia, Botafogo e Atlético-MG fizeram campanha pior que muitos dos rebaixados e não caíram por força do regulamento, sendo que o clube carioca e o clube mineiro terminaram na penúltima e última posições daquele ano.

  9. Tanto é engano (ou mentira) o que está no livro que o Eurico Miranda não era dirigente da CBF em 1992. Ele foi diretor de futebol da CBF durante 6 meses em 1989. Portanto essa “lembrança” descrita no livro é simples caduquice…

  10. Muitos gremistas afirmando que Fábio Koff é um traidor mentiroso!
    Mas ninguém pode dizer que Mário Sérgio e Michel Bastos são mentirosos sobre a poltrona 36. Afirmam que varios jogadores e dirigentes participavam das orgias homossexuais no ônibus tricolor.

  11. GRÊMIO FICOU BEM ATRÁS DO AMÉRICA MINEIRO. O S C INTERNACIONAL NÃO TEM MÍDIA E TUDO QUE GRÊMIO FAZ É ENDOSSADO. O S C INTERNACIONAL NÃO TEM MÍDIA, PORTANTO MANIPULAM TUDO CONTRA INTER E FAVORAVELMENTE AO GRÊMIO.

    A VIRADA DE MESA FOI ILEGAL. SE INTER FIZESSE ISTO LHE SERIA NEGADO.

    FUTEBOL NÃO É JOGADO DENTRO DAS QUATRO LINHAS, MAS POLITICAMENTE. TODOS OS RAIOS CAEM SEMPRE NO MESMO LUGAR, O S C INTERNACIONAL DE DOM ELIAS RICARDO FIGUEROA BRANDER.

  12. Ali diz que o Grêmio teria ficado com a última vaga, ou seja, 12°. Mas na tabela do campeonato ele ficou em 8°. Nao tenho duvidas que podemos confiar na honestidade do maior presidente da nossa historia, mas será que podemos confiar nesse relato em específico?

Deixe uma resposta para ELFUNI ZANIOL Cancelar resposta