Alexandre Moraes, um lombrosiano no STF?

Compartilhe este texto:

alexandre-de-moraes-dupla-2

O psiquiatra, cirurgião, higienista, criminologista, antropólogo e cientista italiano Cesare Lombroso, no anseio de buscar as motivações das práticas criminosas, concentrou-se no estudo da essência do criminoso, desenvolvendo uma extensa pesquisa empírica de traços físicos e mentais com indivíduos encarcerados, doentes mentais e soldados, denominada Antropologia Criminal. Considerando tais elementos, a pesquisa de Lombroso estabeleceu esses traços em “estigmas” passíveis de determinação de um potencial delitivo. Neste sentido, despida de qualquer tipo de livre arbítrio, a prática criminosa estaria sujeita apenas às características patológicas do indivíduo. Ele se deliciaria com o Ministro da Justiça Alexandre Moraes.

moraes

É claro que eu não acredito em Lombroso, é claro que suas teorias estão amplamente superadas, é óbvio que eu conheço muita gente boa com jeitinho de neandertal, mas se eu visse Alexandre Moraes à noite vindo na minha direção, na mesma calçada… Eu atravessaria a rua.

O que deixaria Lombroso feliz seria o vídeo abaixo, onde o futuro ministro do STF tem um chilique e passa derrubar pés de cannabis com um facão. É uma guerra perdida, mas que soa como a música de Roberto Carlos aos ouvidos conservadores. Lombroso acaba de me soprar aqui no ouvido. “Esse crânio, esse descontrole, observe bem, Milton. Aposto que ele leva um pente no bolso”.

Por aí, estão chamando Moraes de “Alexandre, o Glande”.

https://youtu.be/YAk8QGbga7k

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Uma ideia sobre “Alexandre Moraes, um lombrosiano no STF?

  1. Realmente esse ser é um sujeito perigoso…indo além no que diz respeito ao estudo da mentes criminosas, poderia até se utilizar, somente nesse caso, do bestial estudo de frenologia e analisando “a lata” desse sujeito concluir que se trata de um descerebrado, um delinquente com o poder da legalidade, o fascista dos fascistas…um legítimo herdeiro, quanto ao potencial criminoso, de um Stálin, Mao tse Tung e até mesmo Vitório píffero…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *