Algumas maravilhas da língua portuguesa

muçarelaVocê sabia que…

… o correto é MUÇARELA e não mussarela?

… que À-TOA (com hífen) é sem-vergonha, puta, essas coisas, enquanto que À TOA significa sem rumo, como o Chico de A Banda?

… que INCIPIENTE é iniciante, enquanto INSIPIENTE é ignorante?

… que CERRAÇÃO é com C, vem de cerrar, fechar, e não vem de serra?

… que ESTADA é permanência de alguém, enquanto ESTADIA é a permanência paga de um navio no porto?

… que EM PRINCÍPIO é em tese e A PRINCÍPIO é no início?

… que ACERCA DE é a respeito de, A CERCA DE é a alguma distância e HÁ CERCA DE é faz aproximadamente (em sentido de tempo)?

… que soprano e contralto, apesar de cantoras, são substantivos masculinos?

… que o correto é PRETENSIOSO e não as suas variantes tão utilizadas por aí?

… que você deixa seus livros na ESTANTE e os deixa em exposição ou feira num ESTANDE?

… que, segundo a Nova Ortografia, tanto faz escrever GRÊMIO ou GRÉMIO, pois os dois estão corretos, têm a mesma pronúncia e referenciam o mesmo time do bairro Uma e tá?

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Acordo ortográfico: melhor aprender logo

É ruim saber que o blog ficará com cara de livro velho, mas acho que a reforma ortográfica veio para ficar. Há alterações necessárias, como a expansão do alfabeto de 23 para 26 letras, mas não me convenço de outras, como a extinção do acento diferencial. São poucas mudanças e acho que a mais complicada de lembrar é a do acento agudo. Deixo este post em categoria separada, porque sei que vou ter consultá-lo algumas vezes ainda…

Trata-se, pois, de uma anotação pessoal. Porém, para quem quer saber sobre os prazos de implantação os vestibulares e concursos poderão aceitar as duas grafias como corretas até 31 de dezembro de 2011. Quanto aos livros didáticos, haverá um escalonamento. A partir de 2010 os alunos do 1º a 5º ano do Ensino Fundamental receberão os livros dentro da nova norma – o que deve ocorrer com as turmas do 6º a 8º ano e de Ensino Médio, respectivamente, em 2011 e 2012.

Abaixo, as novas regras. Copiei daqui, a fonte de texto mais claro que encontrei.

TREMA
Deixará de existir, a não ser em nomes próprios e seus derivados.

ACENTO DIFERENCIAL
Não se usará mais para diferenciar:
1. “pára” (flexão do verbo parar) de “para” (preposição)
2. “péla” (flexão do verbo pelar) de “pela” (combinação da preposição com o artigo)
3. “pólo” (substantivo) de “polo” (combinação antiga e popular de “por” e “lo”)
4. “pélo” (flexão do verbo pelar), “pêlo” (substantivo) e “pelo” (combinação da preposição com o artigo)
5. “pêra” (substantivo – fruta), “péra” (substantivo arcaico – pedra) e “pera” (preposição arcaica)

ALFABETO
Passará a ter 26 letras, ao incorporar as letras “k”, “w” e “y”.

ACENTO CIRCUNFLEXO
Não se usará mais:
1. nas terceiras pessoas do plural do presente do indicativo ou do subjuntivo dos verbos “crer”, “dar”, “ler”, “ver” e seus derivados. A grafia correta será “creem”, “deem”, “leem” e “veem”;
2. em palavras terminados em hiato “oo”, como “enjôo” ou “vôo” -que se tornam “enjoo” e “voo”.

ACENTO AGUDO
Não se usará mais:
1. nos ditongos abertos “ei” e “oi” de palavras paroxítonas, como “assembléia”, “idéia”, “heróica” e “jibóia”;
2. nas palavras paroxítonas, com “i” e “u” tônicos, quando precedidos de ditongo. Exemplos: “feiúra” e “baiúca” passam a ser grafadas “feiura” e “baiuca”;
3. nas formas verbais que têm o acento tônico na raiz, com “u” tônico precedido de “g” ou “q” e seguido de “e” ou “i”. Com isso, algumas poucas formas de verbos, como averigúe (averiguar), apazigúe (apaziguar) e argúem (arg(ü/u)ir), passam a ser grafadas averigue, apazigue, arguem.

HÍFEN
Não será usado quando a segunda palavra começar com S ou R (as consoantes deverão ser duplicadas, como anti-social/ antissocial) e quando o prefixo terminar em vogal diferente daquela que inicia a segunda palavra (auto-elogio/autoelogio).

GRAFIA
No português lusitano:
1. desaparecerão o “c” e o “p” de palavras em que essas letras não são pronunciadas, como “acção”, “acto”, “adopção”, “óptimo” -que se tornam “ação”, “ato”, “adoção” e “ótimo”
2. será eliminado o “h” de palavras como “herva” e “húmido”, que serão grafadas como no Brasil -“erva” e “úmido”.

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!