Bom dia, Odair Hellmann (com o melhor de Inter 2 x 0 Alianza Lima)

Bom dia, Odair Hellmann (com o melhor de Inter 2 x 0 Alianza Lima)

O Inter começou pressionando fortemente o Alianza Lima. O time peruano é fraco e nossa atuação foi apenas a suficiente para matar logo o jogo. Nico López, em dois chutes de meia distância, marcou dois gols no início da partida e o time pode usar sua tática reativa de apenas esperar o adversário. E o Alianza veio pra cima, tomando muitos contra-ataques. Fizemos um jogo seguro.

Todos amam Nico López | Foto: Ricardo Duarte

Marcelo Lomba só foi exigido uma vez — saiu-se maravilhosamente — e depois fim: o Alianza não conseguiu mais chutes a gol.

Jogamos bem, mas não foi nada excepcional. Zeca e Iago me preocupam muito, demais. Sóbis foi razoável e o restante do time foi bem.

Outra coisa que preocupa é o número de passes errados. Se conseguimos tocar mais a bola, ainda houve muitos erros e saídas inseguras de bola.

Com a segunda vitória, o Inter isolou-se na liderança do grupo, também beneficiado pelo empate entre River Plate e Palestino, assim como o fora antes pelo empate entre River e Alianza. Então, já abrimos 4 pontos do segundo colocado. O próximo compromisso é contra o atual campeão da América.

42 mil colorados… Que maravilha!

Agora temos um Gre-Nal na Arena. Há duas coisas quase certas que acontecem nos Regionais do RS. O Gre-Nal da fase classificatória é no Humaitá — nos últimos 8 anos, o mando de campo foi deles em 5 — e o Inter joga sob temperatura de 80 graus no plástico do São José e perde.

Só o Grêmio pode ser beneficiado pelo Gre-Nal de domingo. É claro que eu o jogaria com os reservas. Já dizia Ibsen Pinheiro: “Gre-Nal arruma a casa”. É tudo o que eles precisam. Afinal, estão na lanterna de seu grupo na Libertadores 2019.