Bom dia, Odair (com os principais lances de Cruzeiro 0 x 1 Inter)

Bom dia, Odair (com os principais lances de Cruzeiro 0 x 1 Inter)

Sou um admirador do goleiro Fábio, do Cruzeiro. São 14 anos e mais de 800 jogos como titular do clube mineiro, um absoluto recorde. Talvez deva admirá-lo ainda mais hoje. Afinal, ele fez uma grande defesa na cobrança de falta de Guerrero, só que, ao invés de espalmar para o lado, espalmou para a frente, dando chance para Edenílson marcar. Obrigado, grande Fábio! Acontece.

Edenílson comemora seu gol fora do campo, com Danilo Fernandes | Ricardo Duarte / SCI

Foi uma ótima partida do Inter e o resultado foi o mesmo obtido na primeira perna das oitavas de final da Libertadores, contra o Nacional, fora de casa: um tranquilizador 1 x 0 fora de casa. Agora é manter isso aí, como diria o repugnante Temer.

O segundo jogo contra o Cruzeiro será na primeira quarta-feira de setembro (04/09), no Beira-Rio. A equipe classificada disputará a final contra o vencedor de Grêmio e Athletico Paranaense que ainda não começaram a jogar.

Não foi uma atuação de encher os olhos. Aliás, o jogo foi muito trancado e cheio de passes errados, mas merecemos amplamente a vitória. Mesmo com nossa superioridade, o primeiro tempo foi um deserto de emoções. Apenas Sassá incomodava nossa defesa na base da força. Ele conseguiu dois giros sobre nossa zaga, mas sempre concluiu por cima. No segundo, criamos três chances claras de gol, sendo que na última marcamos com Edenílson.

Mano — cuja batata assa há semanas — nos ajudou ao tirar Sassá para colocar Fred.

Moledo e Cuesta foram notáveis. Idem para Lindoso.

Guerrero e Edenílson foram espetaculares. Lamentavelmente Ed sofreu uma distensão ao final da partida. Se ficar fora por três semanas, fará muita falta.

Bruno é uma excelente surpresa.

O meio de campo de Lindoso e Edenílson triturou o Cruzeiro. Todo mundo esteve em alto nível, à exceção de Nico López e Patrick, que participa muito do jogo, mas erra demais.

A troca de Nico por Wellington Silva deu nova vida a nosso ataque. A primeira chande gol que tivemos foi uma iniciativa do baixinho, que enrolou todo mundo.

Foi uma vitória da estratégia. Sabedores do desespero do Cruzeiro, tratamos de explorá-lo. Fechamos os espaços e tratamos de contra-atacar. Desde 2004 não ganhávamos do Cruzeiro em BH.

Grande trabalho teu, Odair.

A volta do Inter a campo acontece no próximo domingo (11/08), quando enfrenta, no Beira-Rio, o Corinthians, em partida da 13ª rodada do Brasileirão. O confronto está marcado para as 11h, bem na hora do almoço de Dia dos Pais. Papai é o maior, mas vão se foder, né?

.oOo.

O lances do jogo começam aos 57 segundos do vídeo abaixo.

Padrinho de casamento, a foto oficial

Eu, Bárbara, Bianca, Claudia e Bernardo em bela cristalização do fugidio — também conhecida pelo vulgo como “foto” — tirada no casamento da terceira. Para sempre. Eu abro o parêntese, o qual é maravilhosamente fechado por meu filho. Já tinha bebido algum espumante, mas não creio que tal fato tenha alterado alguma coisa em nosso comportamento.