Bom dia, Zago (com os melhores lances de Passo Fundo 2 x 2 Inter)

Com dois gols, Brenner confirma positivamente, já Valdívia...

Com dois gols, Brenner confirma positivamente, já Valdívia…

Ontem, assisti apenas os 15 minutos finais do jogo, Zago. Cheguei em casa e o Brenner estava sendo expulso junto com um jogador do Passo Fundo. Então, vi uma pequena parte de um jogo de 10 contra 10. Mas deu para observar algumas coisas.

Para meu horror, jogavam Paulão e Ernando na zaga. Ignoro como esta zaga conseguiu sobreviver ao rebaixamento. Só de ver os dois juntinhos em campo, qualquer colorado já murcha. Depois observei Seijas sofrer um pênalti claro, não marcado pelo apitador. Acontece. E… nos minutinhos finais, notei como o Inter se acadelou. E avisei minha mulher: vamos tomar um gol.

Tentando manter um resultado mínimo de 2 a 1, marcando o PF somente a partir de nossa intermediária e só fazendo isso, convidamos o PF para o nosso campo.

Ora, tal atitude anima qualquer adversário e sei — talvez tu também saibas, Zago — que nos últimos 12 meses perdemos dezenas de pontos nos minutos finais por ficar apenas se defendendo. Dezenas!

Reza a Lei de Bielsa:

O time que abdica de jogar com a bola, multiplica o número de oportunidades que o adversário terá.

E não é que o PF empatou mesmo o jogo? Como? Com uma bola alta sobre Paulão e Ernando. Depois, quando repetiram os gols do jogo, vi que o primeiro gol do Passo Fundo tinha sido marcado em outra bola alta no setor de Fraldão & Cagão, como diz o amigo Dario Bestetti.

É muito pouco amor ao cargo, Zago. São quatro jogos no Gaúcho, com três empates e uma derrota. Estamos em décimo, com a mesma pontuação do primeiro rebaixado, o 11º. Recebeste uma ruína de time, mas está hora de aparecer um novo trabalho. O teu. Podias começar trocando a zaga, Zago. Se continuares assim, já sabes o que vai te acontecer. Bom dia.

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Bom dia, Zago (com os melhores lances de Inter 1 x 1 Caxias)

D`Alessandro marca seu golaço na única boa jogada de ataque do Inter | Foto: Ricardo Duarte

D`Alessandro marca seu golaço na única boa jogada de ataque do Inter | Foto: Ricardo Duarte

Três rodadas do Costelão 2017 — dois jogos no Beira-Rio e um fora — e o Inter conquistou apenas dois pontos. Está em décimo lugar, podendo entrar a qualquer momento na zona do rebaixamento. Sim, na zona do rebaixamento do charmoso Gauchão. O próximo jogo é contra o Passo Fundo (8º), domingo (19), fora de casa. Mas, no meio da semana, dia 15, à noite, o Inter joga contra o Princesa do Solimões, time semi-profissional da cidade de Manacapuru (AM). O jogo será em Cascavel (PR) e deve ser fácil, apesar de ter o potencial de nos eliminar, já em fevereiro, de uma das mais importantes competições do país. Muito cuidado, portanto.

Tudo pode acontecer conosco, pois não estamos jogando nada. A partida de sábado contra o Caxias foi uma grande demonstração de incapacidade ofensiva, aliada a erros defensivos — um deles fatal. No primeiro tempo, demos dois chutes a gol, ambos de fora da área. D`Alessandro não pode fazer tudo sozinho, Valdívia está fora de ritmo e quando olha para o ataque, vê Roberson…

Porque tu, Zago, estás queimando de cara uma de tuas contratações. A insistência com Roberson é um absurdo. Brenner e Aylon já fizeram mais este ano e em suas carreiras. Insistir com Roberson, Paulão, Ernando, Bob e Andrigo parece ser de rigorosa inutilidade. O primeiro já é detestado pela torcida e os outros, pelo rebaixamento. Paulão e Ernando reclamam que ficaram marcados pela queda. É óbvio que ficaram! Como não?

Sei que reconstruir um time que passou um ano e meio sem treinador é complicado, mas tu estás deixando a coisa ainda mais difícil com tuas insistências bobas. E o torcedor está distante, sumido mesmo. Ninguém quer dar respaldo. Ninguém quer nem ver. Note bem, teu presidente Marcelo Medeiros venceu a eleição com 95% dos votos porque o outro candidato era o de Piffero-Carvalho. Vocês não se enganem. Vocês não têm grande apoio.

Sei que mudar o cenário de um clube com dívidas e de plantel caro e ruim não é fácil nem rápido, então Zago, pelo menos evite ao máximo os testes desnecessários. Somos apenas um timeco de merda atrás da formação menos pior.

Por que não testar já, contra o Princesa do Solimões, Dourado e Charles como volantes, Dale e Seijas na armação, com Nico López e Carlos na frente?  Não seria mais razoável? Seijas jamais teve os cinco jogos seguidos de Roberson para jogar. Ninguém sabe muito bem quem ele é.

Bem, boa sorte na quarta!

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Bom dia, Zago (com os melhores lances de Inter 1 x 2 NH)

Fernando Bob preparando alguma bobagem | Foto: Ricardo Duarte

Fernando Bob preparando alguma bobagem | Foto: Ricardo Duarte

Não gostei nem um pouco do Inter ter te contratado. Sei do bom trabalho realizado no Juventude e do bom nível de atualização que tens — coisa rara em nosso futebol. Mas há atitudes difíceis de relevar, ainda mais em um clube cujo símbolo é um Saci. Acho sintomático que as pessoas te chamem agora de Zago. Querem deixar aquele zagueiro Antônio Carlos para trás. É o que farei também.

É claro que os 18 meses em técnico estão te cobrando um duro preço. Argel e Celso Roth não deixaram pedra sobre pedra. O time chegou a ti sem nada treinado ou bem preparado, estás partindo do zero absoluto. Mas escalações como a Fernando Bob no último sábado demonstram certo desespero ou desconsideração por 2016. Não adianta retestar velha fórmulas fracassadas, ainda mais que todo o RS futebolístico sabe que Bob será logo engolido pelo ascendente Charles. Também é inútil fazer um lado direito com jogadores como Ceará e D`Alessandro que, no meio do ano, somarão 73 anos. Também me surpreende a sobrevivência de Paulão, Ernando e Andrigo. Esses caras não jogam nada, Zago. Por que contratamos Klaus, Néris e trouxemos Eduardo de volta? Não foi para enterrar Pauão e Ernando de vez?

Outra coisa: não estaria na hora de fixar Dourado na frente da zaga? Este moço teve um 2016 desastroso jogando solto pelo campo, como se estivesse numa eterna pelada no Parque Saint-Hilaire. O que eram aqueles contra-ataques do Novo Hamburgo? A gente erra um passe — fato comum —  e é pego sempre com a bunda de fora?

Vai ser uma reconstrução penosa, muito dolorida, meu rapaz. Valdívia volta em boa hora. Penso que o Gaúcho é o momento perfeito para dar força jovens como Junio, Charles e outros que tu deves nos apresentar, assim como para ver quem são de verdade Nico López, Seijas e os outros recentes contratados.

Sei da pindaíba e dos salários — direitos de imagem — atrasados, mas tu sabes que serás cobrado do mesmo jeito por uma torcida impaciente.

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!