Bom dia, Zago (com os melhores lances de Sampaio Correa 1 x 4 Inter)

Vi tudo, foi espetacular mesmo. Mas, se fosse torcedor do PSG, ia querer a cabeça daquele treinador burro. Quem vai para a defesa daquele jeito, multiplica o número de ataques do adversário. Que se chamava Barcelona. Parecia que Celso Juarez estava comandando os parisienses. Renato deu sua opinião:

massacre

Bem, já em São Luís, no estado do Sarneystão, o Inter enfrentou e venceu por 4 x 1 ao Sampaio Correa, também conhecido como Bolívia Querida (sim, quem torce para o Sampaio é chamado de boliviano). Não sabiam? Pois é, nosso blog diverte e ensina.

Ensinamos mais, ensinamos agora que, no momento, quem dá as tintas é Brenner. Ontem, ele voltou a jogar bem, marcando dois gols. Já soma nove em seis partidas nesta temporada, o que dá uma média de 1,5 gol por jogo. É o artilheiro da Copa do Brasil, com cinco gols, e vamos deixá-lo ainda mais feliz interrompendo nosso texto com sua vibração.

Foto: Ricardo Duarte

Foto: Ricardo Duarte

Paulão, Nico López e Brenner (2) marcaram e este que foi teu nono jogo invicto, Zago: são seis vitórias e três empates. Nada mal para quem vem de 2016.

O jogo foi fácil, mas não dá para dizer que fizemos boa partida. Apenas nos impomos, coisa que não conseguíamos ano passado. Como sempre, Anselmo foi mal e Alemão parece ter sido um equívoco da atual direção. Para completar, no gol do Inter, o boliviano bateu a bola no canto protegido por Danilo Fernandes, que não se mexeu. Na minha opinião, falha dele.

Tenho vontade de rir quando penso que nosso bom ataque — Nico López e Brenner — foi contratado pelo repugnante quinteto do rebaixamento “Piffero – Fernando Carvalho – Pellegrini – Argel – Celso Juarez Roth”. Eram tão incompetentes que não conseguiam fazer jogar seus próprios bons contratados. Medeiros deve estar rindo disso, mas não deve agradecer.

Com o resultado, o Inter pode perder por dois gols de diferença ou até mesmo por 3 x 0 que avança à próxima etapa. A partida de volta contra os bolivianos está marcada para próxima quarta-feira (15/3), às 21h45, no Beira-Rio. Nosso próximo jogo é domingo (12/3), às 16h, contra o Juventude, no Alfredo Jaconi, pela sétima rodada do Costelão 2017.

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Bom dia, Zago (com os melhores lances de Princesa do Solimões 0 x 2 Inter)

Teus salvadores, Zago | Foto: Ricardo Duarte

Teus salvadores, Zago | Foto: Ricardo Duarte

O que foi aquele primeiro tempo contra o Princesa do Solimões, de Manacapuru (AM), ontem à noite? Com um time mal escalado por ti — escrevi no Facebook antes do jogo — , o que fizemos? Nada. O Inter não criou nenhuma chance clara de gol contra o Princesa do Solimões, sim, o Princesa do Solimões, EM TODO O PRIMEIRO TEMPO, só uns lances fortuitos causados por erros do adversário. Somos um time plano, cansativo de se ver, sem inspiração, imaginação e criatividade, somos deprimidos e infelizes.

O “atacante” Diego é um braço roubado à construção civil. Klaus estaria melhor entregando gás por nossas ruas. Conseguiu errar três saídas de bolas consecutivas. Eram passes fáceis, de futebol primário. Roberson e Andrigo nem jogaram, mas não os esqueço em razão dos traumas que me causaram. Ambos fariam uma boa equipe de entregadores de pizza.

Enquanto isso, Valdívia, Seijas e Brenner — que entrara bem contra o Brasil-Pel e que, como prêmio, foi esquecido — estavam no banco. E o zagueiro Neris nem estreou, o que me assusta terrivelmente. Será pior do que Klaus?

No segundo tempo, com Valdívia em campo no lugar de Diego, D`Alessandro ganhou alguma parceria para jogar. Coitado do Dale. Veterano, prestes a completar 36 anos, tendo que jogar por todo o ataque. Deveria ser preservado, mas desse jeito vai acabar com algum problema muscular.

E então, com um gol de Valdívia em passe de D`Alessandro, obtivemos a vitória, que foi confirmada por Brenner, outro que pede passagem para entrar no time, em novo passe do incansável Dale.

Será um longo 2017 para todos nós, colorados. A diretoria do clube parece querer contratar quase tudo o que lhe é proposto. Marcelo Cirino está chegando. Este é outro mau jogador, varrido pelo Flamengo. Pertencia ao chamado Bonde da Stella, grupo de jogadores do Mengo mais ligados à Stella Artois do que em treinar. O Globo chamou-o de “jogador nota 3”. Já o também pretendido William Pottker (um globetrotter atualmente na Ponte Preta) parece ser melhor, talvez parecido com o Brenner.

E domingo voltamos ao Gauchão contra o Passo Fundo fora de casa. Temos dois pontos em nove disputados, estamos quase na zona de rebaixamento. Que a luz do bom senso te ilumine, Zago!

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!