Bom dia, Marcelo Medeiros

Bom dia, Marcelo Medeiros

Eu não esperava a vaga direta para a Libertadores. Mesmo. Bem, depois falo sobre isso.

Para 2020, o Inter deve ser pensado, repensado e, talvez, dispensado. Inclusive tu, Marcelo. É claro que tu não vais renunciar, então digo que talvez eu — ou a torcida — vá dispensar o clube em 2020. Alguns farão política contra ti, claro. Eu não sou candidato a nada, mas te digo que estou cansado de nosso futebol.

É demais. Tu estás finalizando três anos de gestão e, OK, subiste em 2017 da segunda para a primeira divisão. Só isso e  mérito nenhum. Afinal, até hoje, todos os grandes subiram no primeiro ano. Tua administração foi tão opaca que conseguiste subir sem brilho, na segunda colocação.

Tua administração é um mero balcão de maus negócios. Para quem foi boa a contratação de Natanael, por exemplo? Ele recebe 280 mil por mês em três anos de contrato. Jogava na Bulgária, imaginem. Sua estreia foi tão ridícula que ele nunca mais voltou a entrar em campo. É reserva do desastroso Uendel. Quem ganhou com esta contratação obscura, que provocou gozações do pessoal do Athlético-PR, onde ele atuava antes de ir para a Bulgária? Quem ganhou?

E Natanael não é o único. Há Parede — este joga mal e sempre, vocês dizem que vão contratá-lo… –, Bruno Silva, Tréllez, Rithely, etc. Negócios, apenas negócios, sem futebol.

E o pior é que temos bons meninos na base. Gostaria que se tivesse com eles a mesma paciência que temos com o Parede, Edenílson, Patrick, Uendel, que estão comprometendo o time há muito tempo.

Peglow — faz gols todo dia nos times da CBF –, Netto, José Aldo, Sarrafiore, a gente mal os conhece. E vocês contratando gente meia boca.

Como disse lá no início, eu não esperava a vaga direta para a Libertadores. Mesmo. Espero a baga na pré. O Fortaleza não pode mais encostar na gente, mas o Goiás, sim.

Sobre perder para o São Paulo no Morumbi; eu já esperava. Incrível como Zé Ricardo conseguiu esculhambar a única coisa que funcionava no nosso time, a defesa. Ontem, dava risadas com as patacoadas de Moledo e Cuesta.

Esta tua administração, Marcelo Medeiros… Demitir Odair sem um plano B engatilhado…

Guerrero na derrota de ontem à noite, uma das poucas boas contratações de um time que joga dinheiro pela janela | Foto: Ricardo Duarte / SC Internacional

Neste fim de semana o Inter não dará fiasco

Neste fim de semana o Inter não dará fiasco

Pois o Inter entra em campo apenas segunda-feira para mostrar seu futebol de segunda categoria. Assim estamos. Uma bagunça geral. Em nosso time, quem tiver vontade bate pênalti. Pedro Lucas foi o melhor jogador que atuou na centroavância em 2019, então nem fica na reserva. Joga Tréllez, dispensadíssimo no São Paulo. Ou Pottker, de quem ainda falaremos. Odair já diz “não estar sofrendo pressão”. Tá bom. Nico López — melhor jogador do time –se consagrou e diz pra todo mundo que gosta de jogar no meio, então Odair o coloca pela direita, usando um lendário senhor de quase 38 anos no meio. Melhor seria preservá-lo, imitando que a Roma fazia com seu ídolo Totti. Parece que o técnico está refém de alguns jogadores “mais salientes” e sabemos onde isso vai parar. A mesma defesa que era um paredão agora só vaza. Sarrafiore entra aos 40 do segundo tempo para resolver o jogo — e o incrível é que o time melhora –, mas não inicia os jogos. Pottker há um ano é uma piada, só atrapalha. Faria mais se caminhasse em campo, falo sério. Fizemos 3 gols em 4 jogos… Não há nem triangulações, parece que o time não treina. O elogiado Nonato não foi visto em campo. Deve ter um mau empresário. O recém contratado lateral Bruno não parece ser do ofício. Do ofício de jogador de futebol. E Zeca? Este deve ter músculos de gelatina, sempre sentido desconforto muscular, Fica olhando o Bruno e pensando “não quero jogar”, “não quero jogar”…

Odair, iniciamos o ano muito mal. Eu e a toda a torcida colorada estamos apavorados. Libertadores? Bah, nem me fala nisso.

Ainda bem que está tudo bem. Na foto, o diretor de futebol Roberto Melo, o presidente Marcelo Medeiros e o futuro ex-técnico do Inter | Foto: Ricardo Duarte / SC Internacional