Porque hoje é sábado, a última sessão de fotos de Marilyn Monroe

O Porque hoje é sábado (PHES) ainda existe, confira aqui!

Estas imagens de Marilyn

16806310-15875275_1-800-a542d8629a-1484580656

na praia de Santa Monica

16806560-4a898bb4242367400e8fe114c57242f3-800-a542d8629a-1484580656

foram tiradas pelo fotógrafo George Barris

16807310-MarilynMonroeinGreenTowelbyGeorgeBarris11-800-a542d8629a-1484580656

em 13 de julho de 1962.

16807360-maxresdefault-800-a542d8629a-1484580656

Três semanas mais tarde,

16807410-7016899951_93b45f8c3d_b-800-a542d8629a-1484580656

ela foi morta.

16807460-ff3e0af7892df383927cdf4d02ae1d37-800-a542d8629a-1484580656

Sim, falemos sério, todos sabem que ela foi morta.

16807510-7-800-a542d8629a-1484580656

No último filme de Marilyn, Os Desajustados (The Misfits, 1961),

16807660-8-800-a542d8629a-1484580656

cujo roteiro foi escrito por seu marido (de 1956 a 1961) Arthur Miller.

16807810-5531591-800-a542d8629a-1484580656

há uma cena em que Gay (Clark Gable), olha para Marilyn e diz que

16807860-f5f7255656c4d9dc80-46021707-800-a542d8629a-1484580656

ela é uma mulher triste.

16807910-MarilynMonroeinGreenTowelbyGeorgeBarris2-800-a542d8629a-1484580656

Ela responde que ele é único a perceber isto, já que todos acham-na feliz.

16807960-MarilynMonroeinGreenTowelbyGeorgeBarris4-800-a542d8629a-1484580656

Gable então replica dizendo que ela é uma mulher triste que deixa os outros felizes.
Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

A canção de Goffin e King Will You Love Me Tomorrow

Amy WinehouseOntem estava ouvindo a versão de Amy Winehouse para o megaclássico de Gerry Goffin e Carole King Will You Love Me Tomorrow ou Will You Still Love Me Tomorrow ou ainda com interrogação atrás das duas formas. (Pouca gente sabe, mas Lennon e McCartney, lá no início, queriam apenas ser os Goffin & King da Inglaterra). A canção foi multigravada desde 1960, quando apareceu como Tomorrow num single das Shirelles. Coloco várias versões abaixo, inclusive duas da autora Carole King. Foi com Roberta Flack que a música ganhou insuspeitada grandiosidade. Agora, não deixa de ser curioso notar que Winehouse fez o clássico mudar de patamar novamente. Acompanhem a evolução.

Lá noa anos 60, com as pioneiras Shirelles, a coisa ia assim:

A autora Carole King mostrava que a coisa tinha mais potencial em 1971:

Roberta Flack dá um banho logo depois:

A coisa regride, ficando inacreditavelmente bagaceira com Bryan Ferry:

Ou quase um cantochão com Lykke Li:

No que é corrigida por uma Carole King veterana e sem voz em 2010 (atenção para a barba Tolstói-like do baixista):

Mas, antes, Amy Winehouse voltara a colocar a canção onde deixara Roberta Flack:

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, Emily Ratajkowski

Publicado em 22 de dezembro de 2012

O presente de Natal do PHES para seus sete leitores,

neste pós fim de mundo,

é uma desinibida jovem nascida em 1991.

Não sei nada a respeito de Emily Ratajkowski

e também não penso que alguém necessite mais do que a fantasia

para preencher a história de Emily,

provavelmente com Emily.

Pois as fantasias, (tom professoral)

são situações imaginadas e que não têm qualquer base na realidade,

expressando determinados desejos do seu criador.

Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, Danica Thrall

É com imenso receio que lhes apresento Danica Thrall.

Afinal, na última quinta-feira, ao publicarmos um extra-PHES,

vimos — horror dos horrores — nossa modelo ter suas estrias denunciadas.

Já eu, criatura gauche, estranha e cheia de problemas e defeitos

Clique para ampliar

— sou daltônico, cambota, narigudo, tenho pés chatos e sou míope! —

por uma questão de isonomia, não devo estabelecer quaisquer restrições

à imensa maioria das mulheres.

(Ah, sou magro de membros e tenho uma barriguinha ridícula).

Se houve um crescimento rápido, estrias.

Se houve algum descontrole à mesa (ou nem isso), celulite.

Assim como nós, as humanas costumam ser assim.
Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, Alyssa Arce

Às vezes, pisamos a linha do vulgar nesta série de posts conhecida como PHES.

Alyssa_Arce_01

Às vezes, mesmo que tentemos ao máximo, ultrapassamos em muito esta linha,

Alyssa_Arce_02

brincamos um pouco lá do outro lado e

Alyssa_Arce_03

retornamos para nossa conhecida austeridade e seriedade.

Alyssa_Arce_04

Às vezes, raras vezes, uma poesia começa a cantar sozinha na minha cabeça.

Alyssa_Arce_05

Pode ser qualquer uma que estava gravada na memória e que de repente surge.

Alyssa_Arce_06

A desta semana é uma bem desconhecida e cômica de Drummond.

Alyssa_Arce_07

Se não me engano, está no livro Brejo das Almas, de 1934. O nome dela é Em face dos últimos acontecimentos e — se dividida ao meio em três partes, poder-se-ia dizer que é meio social, meio erótica, meio humorística.

Alyssa_Arce_08

Em face dos últimos acontecimentos (poema de Carlos Drummond de Andrade)

Alyssa_Arce_09

Oh! sejamos pornográficos
(docemente pornográficos)

Alyssa_Arce_10

Por que seremos mais castos
que o nosso avô português?

Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, Marilyn Lange

Creio que em 1975, durante inocente pesquisa bibliográfica nas revistas de meu pai,

descobri que ele tinha uma Playboy (EUA) de 1974, dedicada a Marilyn Lange.

Logo peguei a revista a fim de mostrá-la a meus colegas do

Colégio Estadual Júlio de Castilhos, que me consideraram a mais feliz das criaturas

naqueles tempos onde o acesso à pornografia era limitado.

Com efeito, Marilyn Lange tinha grandes qualidades naturais

que podiam ser identificadas ao primeiro olhar.

Eram outros tempos. Havia muitos Fuscas e Corcéis nas ruas.

Os mais ricos andavam de Maverick ou Opala, os ricaços de Landau.

Estávamos no último ano do segundo grau, eu não tinha carro e

Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado e Natal

Eu até gosto do Natal, dos reencontros, etc.,

só odeio a promoção de bons sentimentos,

e me irrito com a estória do menino Jesus.

Só dou presentes para crianças pequenas,

mas gosto das comidas,

giljungnatal-620x410

das sobras no almoço do dia 25,

16995_01

e dessa coisa de saber que o guri dos católicos,

o de 25 de dezembro, apareceu nesta data

só para atrapalhar a festa pagã do Solstício de Inverno.

artworks-000036179410-uxotle-original1

Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, a arte da dança com Aleska Diamond

Os princípios básicos do balé clássico são:

postura ereta,

uso do en dehors (o que será isso, meu deus?),

movimentos circulares dos membros superiores,

verticalidade corporal,

disciplina,

leveza,

harmonia e

simetria.

Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, o Milagre

Por delicadeza, por obediência,

phes01

quase perdi minha vida.

phes02

Vivia apenas metade dela,

phes03

tudo era meia verdade.

phes04

Meia verdade é como habitar meio quarto,

phes05

ganhar meio salário.

phes06

É como só ter direito

phes07

à metade da vida.

phes08

Num milagre, a uma metade juntou-se outra

phes09

perfazendo um inteiro.

phes10

Aquela parte que existia ganhou um corpo,

phes11

e agora ela o observa.

phes12

Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, Miranda Kerr

Alguns de nossos sete leitores, mais exatamente quatro deles, fizeram uma reclamação:

o PHES estaria evitando a nudez.

Ora, sabem nossos leitores que não apreciamos a exposição ginecológica,

que privilegiamos o rosto e o respeito à modelo,

mas uma acusação desta ordem é algo muito grave

para o PHES, nossa célebre coluna sabatina.

Então, atendendo ao clamor popular

apresentamos hoje a bela magrela Miranda Kerr,

uma australiana de Sydney,

cuja beleza deverá calar os suplicantes

que vêm nos incomodar.

A pornografia mostra a intimidade e ultrapassa a linha do vulgar.

O erotismo busca a imaginação.

Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, Marie Gillain

Não sei se meus sete leitores a conhecem. Conhecem?

Ela é Marie Gillain, uma atriz belga que esteve em cartaz em Porto Alegre com o filme

Tudo o que desejamos. Não, o nome do filme não se refere a ela,

mas não acharia nenhum absurdo se assim fosse.

Correto?

Vi-a em diversos filmes e sempre a achei linda, assim como devem ter achado

Philippe de Broca, os Irmãos Taviani, Ettore Scola, Régis Wargnier, Cédric Klapisch,

Guillaume Nicloux, Danis Tanović, Anne Fontaine… Nada contra, não sou exclusivista.

Sabe-se que nasceu em 1975 e é atriz desde a infância.

marie-gillain-1

Tem 41 anos. Duas filhas. Sempre foi solteira.

Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, Brigitte Bardot

Meu pai a considerava a mulher mais bela do mundo.

Confesso que não entendia.

Era muito pequeno, nada sabia de nada — hoje sei de alguma coisa? — e ainda menos

sobre a explosão mundial do filme E Deus criou a mulher, realizado pelo maridão

Vadim. Quando cresci, Brigitte Bardot já não era mais um sex symbol planetário,

só se falava nela quando ia a Búzios.

Nasceu em 1934, enfrentou a oposição dos pais ao fazer o primeiro filme em 1952,

virou mito em 1956 com o filme que inspirava o melhor blog do mundo

e participou de dúzias de produções ruins que apenas exploravam sua imagem.

Quando chegava perto dos 40 anos, em 1973, largou o cinema e

criou uma fundação para a defesa dos animais.

Acho admirável a forma como envelheceu. Nega-se a esconder as rugas, o peso e

a transformar-se num ET cheio de próteses, plásticas e botox.

Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, Bárbara Evans

Três de meus sete leitores

fizeram veementes reclamações em nosso SAC.

O PHES estaria por demais casto,

implícito, obrigando os “leitores” a usar a imaginação.

Então, hoje,

Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, o ideal e a realidade

Celeste Barber, uma genial comediante australiana,

parodia_celebridade1

está de volta com uma série na qual recria fotos dos Instagrams

b01

dos famosos e famosas deste mundo. Ela as recria como uma pessoa normal,

b02

dessas que a gente vê na rua; como eu, certamente, e você, provavelmente.

b03

As fotos são hilárias

b04

e críticas

b05

pois permitem que a gente pense

b06

sobre muita coisa ao mesmo tempo que ri,

b07

objetivo maior da comédia.

b08

Por exemplo, eu posto fotos de mulheres lindíssimas aos sábados

b09

e sou um sujeitinho para o qual nenhuma delas olharia.

b10

Outra coisa, por que a crítica ao machismo e à objetificação não investe mais no humor?

b11

O humor é algo muito combativo e

b12

uma das maiores lorotas dos ignaros é dizer que ele é alienado.

b13

Eu sempre faço o elogio do humor e a crítica do sisudo.

b14

O humor e a arte são os filhos prediletos da criatividade,

b15

do conhecimento, da inteligência e do artifício

parodia_celebridade7

e todos estes itens guardam parentesco maior com a alegria.

b17

Então, quando quiserem criticar alguma coisa bem criticadinha, para detonar mesmo,

b18

busquem una poca de gracia,

b19

porque senão

b20

ninguém lê.

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, 10 fotos de Brooke LaBrie + algumas de outros, com poema de Benedetti

Piernas, de Mario Benedetti

brooke-labrie-01

Las piernas de la amada son fraternas

brooke-labrie-02

cuando se abren buscando el infinito

brooke-labrie-03

y apelan al futuro como un rito

brooke-labrie-04

que las hace más dulces y más tiernas.

brooke-labrie-05

Pero también las piernas son cavernas

brooke-labrie-06

donde el eco se funde con el grito

brooke-labrie-07

y cumplen con el viejo requisito

brooke-labrie-08

de buscar el amparo de otras piernas.

brooke-labrie-09

Si se separan, como bienvenida,
Continuar lendo

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, Britney Nola

Quando não faço o PHES por preguiça, até aceito que reclamem.

Mas quando não o faço por excesso de trabalho,

tenho vontade de matar meus sete fiéis voyeurs.

Nesta semana, apesar de ter trabalhado com um doido,

reservei um tempo para agradar os exigentes fãs de nossa seção sabatina.

Bem, vocês podem não acreditar, mas o que me seduziu em Britney Nola,…

… além do que está escarrado, foi sua cara de sono.

(Mulher com cara de sono é uma coisa legal, vai dizer que não?)

Não gosto muito do hálito defumado do cigarro, mas da cara sonolenta sim.

Certo, acima a cara dela está mais alerta,

britney_nola_10

… mas agora voltou a dormir. Interessante.

Não há muita coisa sobre ela na internet e nem sei direito

como chegou aqui. Sei que é norte-americana e que mede 1,75m.

Só isso. O que importa é que chegou inteira, não?

Porém, como dizia Alain-Fournier, autor do lindíssimo romance O Grande Meaulnes:

a aproximação é sempre mais bela que a chegada. Será mesmo?

Ah, uma foto que ficou de fora por erro meu…

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, os candidatos à prefeitura

Ontem, li perfis de candidatos à prefeitura num notório jornal de Porto Alegre.

Consistiam em tentativas comoventes de jornalismo literário.

O candidato tal trabalha muito, mas não descuida da família,

(tudo em parágrafos soltinhos, como talharim bem preparado)

outro gosta de música, outro deixa seu filho a 400 Km, mas à distância de um Whatsapp,

outro gosta de animais domésticos, outro de sexo oral.

Outro é moço moderno,

rema, pula, dança, boxa.

marilyn-monroeE tem muito dinheiro no banco.

Nada de projetos, só bondades. Como as pessoas são chatas quando tão boas!

monica-bellucci1-1080x1920Eu peço aos céus ateus que me livrem da absoluta correção política,

dos Reinos de Bons Sentimentos e dos maus textos dos outros,

deixando-me só, com minhas porcarias e pensamentos incompletos.

Amém.

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado e deixamos passar em branco a Semana da Pátria

Nossa vida, no teu seio, mais amores

Gigante pela própria natureza

És belo, és forte, impávido colosso

Em teu seio, ó liberdade

Desafia o nosso peito a própria morte!

Verás que um filho teu não foge à luta

Nem teme, quem te adora, a própria morte

Brasil, de amor eterno seja símbolo

Ó Pátria amada, idolatrada, salve! salve!

Deitado eternamente em berço esplêndido

Ao som do mar e à luz do céu profundo

tumblr_obdyu3xwot1u0qzj2o1_1280

Ao som do mar e à luz do céu profundo (opa, de novo?)

Brilhou no céu da pátria nesse instante

Terra adorada (ou dourada, segundo Sartori), entre outras mil, És tu, Brasil, Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada, Brasil!

960_femme_mariee_blu-ray6x

Mas… e se ergues da justiça a clava forte? Hein?

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, Alinne Moraes, nossa musa ateia

Há alguns meses, Alinne Moraes declarou seu ateísmo.

Coisa rara num país como o nosso

que, apesar de quase não matar por religião,

merece facilmente a pecha de fundamentalista, basta ver nosso Congresso.

Por outro lado, fazer o PHES com qualquer atriz brasileira é sempre complicado:

nossas atrizes não se imortalizarão por suas fotografias,

constrangedoramente inferiores às da mais reles atriz estadunidense

ou europeia.

(Deu um trabalhão encontrar estas, nossa!)

Mas, gente, o que interessa é a Alinne que é ateia.

Ela não saiu assim no mais declarando-se vassala de Satã…

Ela apenas comentou que, como atriz, ia fazer uma personagem

muito supersticiosa, “imagina, logo eu, que sou ateia”.

Lindo isso. Linda ela.

Linda ela cuja boca é escandalosa,

capaz de engolir crucifixos e convencer quaisquer padres. (Que nunca foram lá).

Linda ela que subiu no meu conceito (grande coisa…).

Linda ela cujos gestos não têm que dar sempre dividendos.

Linda ela à qual falta o encanto da fraqueza.

(Putz, como ela é demais…Mas o que é o raio dessa perna na foto acima?!).

Linda ela cujas fotos são satisfatórias.

Linda ela que, ao tornar-se famosa, não quer usar apenas o corpo.

Linda ela que é como a gente.

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Porque hoje é sábado, Vanusa Spindler (vintage nacional)

Para Felipe Prestes, Igor Natusch e Pedro Palaoro.

Era o meio da tarde de ontem, quando alguém lembrou Vanusa Spindler na redação.

Meu pasmo foi considerável, porque trabalho com pessoas sub-30, sendo que …

… a famosa Playboy vanusiana é de 1989 e a Sexy é de 1994.

É realmente notável a cultura daqueles jovens. Pensei que só pessoas da minha idade, …

… ou pouco menos, como o Rafael Galvão, a conhecessem. (Cliquem aqui, CLIQUEM).

Pensei que Vanusa fosse um fenômeno desconhecido para aqueles meninos.

Meu pasmo foi ainda maior quando um deles disse as seguintes palavras:

Isadora Ribeiro e Magda Cotrofe, ô dupla de ataque que castigou minha pré-adolescência.

Lembro que uma namorada abriu minha Playboy vanusiana e mediu a moça, …

… detalhadamente, de cabo a rabo. O veredito foi: “Gorda!”.

Naquela época eu ainda não tinha perdido o pudor, …

… então, olhei para Vanusa, fiz um ar científico e confirmei: “gordinha”.

A hipocrisia e a mentira são estatutos fundamentais em algumas relações.

Agora, preocupa-me esses jovens. Ouvem Led Zeppelin, Beatles, Stones, …

The Who, Pink Floyd… Não têm nem símbolos sexuais próprios! Querem não apenas …

… ouvir nossas músicas como sonham comer nossas fantasias!

Para o próximo PHES, será que consigo fotos de …

… Rose di Primo?

.oOo.

(Prezados usuários desta seção: Se vocês tiverem fotos da Rose, por favor, cedam).

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!